OAB quer mudança no sistema penitenciário

O presidente da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB) Rubens Aprobato Machado disse hoje estar preocupado com a movimentação da Polícia Militar em São Paulo. "Não queremos que outras tragédias se repitam por falta de um trabalho mais criterioso da polícia", afirmou Aprobato. O presidente da OAB defendeu a mudança no sistema penitenciário brasileiro."Muitas prisões brasileiras foram transformadas em campo de concentração e, ao invés de cumprir sua tarefa de reeducar o preso, servem como escolas de crimes", disse Aprobato. "Para que isso acabe precisamos de uma outra revolução, esta nos gabinetes, para repensar e mudar todo o sistema penitenciário."

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.