OAB vai ao STF contra apreensão de carta

A Ordem dos Advogados do Brasil (OAB) entrou no Supremo Tribunal Federal (STF) com Ação Direta de Inconstitucionalidade contra lei sancionada por Luiz Inácio Lula da Silva, em 2006, que permite a ''''suspensão imediata do direito de dirigir'''' do motorista que trafegar com velocidade 50% acima do limite. Para a OAB, a norma restringe a defesa.

O Estadao de S.Paulo

07 Setembro 2011 | 00h00

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.