Obama promete a ajuda necessária para localizar Airbus

Presidente americano declarou à imprensa francesa estar com o "coração partido" pela notícia

Efe,

02 de junho de 2009 | 04h35

O presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, prometeu "toda a ajuda necessária" para poder estabelecer o que aconteceu com o avião da Air France, desaparecido na segunda-feira no Atlântico quando cobria a rota entre Rio de Janeiro e Paris com 228 pessoas a bordo.  "Cada vez que ocorre uma catástrofe aérea, todos ficamos concernidos", ressaltou Obama em entrevista à imprensa francesa.

 

Veja também:

lista Todas as notícias sobre o voo 447

lista Lista de brasileiros que estavam no voo

Voo 447 reportou pane antes de desaparecer dos radares

Conheça o Airbus A330 desaparecido no trajeto Rio-Paris  

blog Acompanhe a cobertura pelo blog Tempo Real

som Podcast: Especialista não tem dúvidas de que avião da Air France caiu no mar

som Podcast: Coronel da FAB fala sobre o desaparecimento do avião da Air France

especial Cronologia dos piores acidentes aéreos dos últimos dez anos

mais imagens Veja Galeria de fotos

especial Anac monta sala no Galeão para familiares; veja telefones de contato

video TV Estadão: Especialista fala sobre o acidente

Airbus pode ter sido atingido por raio durante tempestade

 

 

Após afirmar que "os Estados Unidos oferecerão toda a assistência necessária para saber o que aconteceu", Obama disse que pensa em primeiro lugar nas famílias dos ocupantes do Airbus A330 da Air France.

 

"Nosso coração está partido por esta notícia, mesmo que não saibamos exatamente o que ocorreu", declarou o presidente americano, que não quis comentar mais sobre este assunto pela incerteza do que aconteceu com a aeronave.

 

Os Estados Unidos enviaram nesta segunda-feira, 1º, um avião militar de observação e uma equipe de salvamento à zona onde se suspeita que a aeronave da companhia francesa caiu.

 

No começo da manhã desta terça-feira, 2, dois aviões militares franceses retomaram os trabalhos de busca do A330 da Air France desde Dacar, explicou o Estado-Maior do Exército francês.

 

Um destes dois aparelhos examinaria a área onde um piloto brasileiro disse ter avistado, nesta segunda-feira, nas proximidades do litoral do Senegal, o que poderiam ser restos de uma aeronave acidentada, acrescentou um porta-voz francês.

 

A fonte disse que vai seguir essa pista mesmo com o fato de nem as autoridades francesas nem as brasileiras terem confirmado ainda a versão do piloto brasileiro.

 

O segundo avião militar francês sobrevoará uma área do Atlântico mais próxima ao litoral do Brasil, aonde irá aterrissar no final do dia.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.