Informação para você ler, ouvir, assistir, dialogar e compartilhar!
Tenha acesso ilimitado
por R$0,30/dia!
(no plano anual de R$ 99,90)
R$ 0,30/DIA ASSINAR
No plano anual de R$ 99,90

Obra piora lentidão na Marginal do Tietê

De 130 horas monitoradas, só em 5 a via não ficou entre as engarrafadas

Naiana Oscar, O Estadao de S.Paulo

03 de setembro de 2009 | 00h00

As obras na Marginal do Tietê, cujo primeiro trecho da nova pista será aberto em outubro, pioraram os congestionamentos. Na segunda quinzena de agosto, ao longo de 130 horas de monitoramento, a Marginal só ficou cinco horas fora do ranking das avenidas mais congestionadas da capital. No mesmo período de 2008, a via conseguiu manter-se fora da lista por 20 horas.

Embora as interdições sejam feitas de madrugada, a obra estendeu o congestionamento no horário de pico. A explicação da Desenvolvimento Rodoviário S.A. (Dersa), responsável pela obra, é de que os curiosos reduzem a velocidade para ver os trabalhos nos canteiros. A Companhia de Engenharia de Tráfego (CET) põe a culpa na chuva e em caminhões quebrados e acidentes.

Os motoristas que passam pela Marginal do Tietê medem a lentidão em tempo perdido. O empresário Antônio Archilha, dono de uma transportadora em Guarulhos, converte o transtorno em reais. Depois que o canteiro central começou a ser destruído para dar lugar a uma nova pista, há três meses, ele teve de acrescentar dois carros à frota para dar conta do serviço: R$ 18 mil a mais por mês. No primeiro semestre do ano, 1,2% das mercadorias não eram entregues no dia - a chamada média de retorno. Desde junho, com o início dos trabalhos, esse porcentual está em 3%. Ou seja: 33 viagens diárias não são completadas a tempo.

Conforme o levantamento da reportagem, no ano passado os dois sentidos da Marginal do Tietê registravam lentidão de uma forma equilibrada. Neste ano, durante o dia, o sentido Ayrton Senna fica 36% do dia congestionado - o índice é de 78% no sentido contrário, onde ocorrem as obras.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.