Obra roubada é devolvido ao Museu Nacional. Restaurada

O Museu Nacional recebeu, na última sexta-feira, cinco envelopes, postados em São Paulo, com livros e gravuras que foram roubadas do seu acervo. Os técnicos ficaram surpresos ao perceber que parte do material foi restaurado. Um livro e algumas estampas enviadas, no entanto, não pertencem ao Museu Nacional. É possível que elas tenham sido roubadas de instituições cariocas como o Jardim Botânico e a Fundação Oswaldo Cruz.Na nova remessa, chegaram ao museu um livro de Johann Christian Mikan, de 1820, sobre a fauna e a flora brasileira. O exemplar foi devolvido inteiro e restaurado. Um livro sobre pássaros, de Jean Theodore Descourtiz, de 1852 também foi restaurado. Estampas de outras três obras foram devolvidas.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.