Ocupação da Rocinha pela polícia será concluída até domingo, diz Cabral

Policiais já prenderam 13 pessoas em operação que faz parte dos preparativos para a instalação de UPP na comunidade

Solange Spigliatti, do estadão.com.br,

10 Novembro 2011 | 08h34

SÃO PAULO -  O governador Sérgio Cabral afirmou nesta quinta-feira, 10, de acordo com informações veiculadas no jornal RJTV, da TV Globo, que o processo de ocupação da Favela da Rocinha, na zona sul, será concluída até domingo, 13, para receber a primeira etapa da 19ª Unidade de Polícia Pacificadora (UPP) do Rio de Janeiro.

A comunidade da Rocinha, na zona sul do Rio, continuava cercada por policiais do Batalhão de Choque da Polícia Militar na manhã desta quinta-feira, 10, após a prisão de mais de 10 pessoas, entre eles Antonio Francisco Bonfim Lopes, o "Nem", de 35 anos, chefe do tráfico da favela. Os agentes dão continuidade à operação iniciada nesta quarta-feira para prender comparsas de Nem e outros traficantes da comunidade que tentarem fugir antes da ocupação para a instalação de uma UPP.

Presos. Todos as 13 pessoas presas entre ontem e hoje, entre eles Nem, permanecem na carceragem da Superintendência da Polícia Federal do Rio e podem ser transferidos para um presídio ainda nesta quinta-feira. Informações ainda não confirmadas dão conta de que o traficante Nem seria levado para o Complexo Penitenciário de Bangu.

Mais conteúdo sobre:
rocinha traficante nem

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.