Oito acusados de roubo de carga são presos em Curitiba

A Polícia Militar do Paraná prendeu nesta sexta-feira, 26, oito pessoas acusadas de um esquema de roubo de cargas. Elas foram presas depois de terem roubado uma carreta carregada com filmes fotográficos, que vinha de São Paulo e se dirigia para Buenos Aires, na Argentina. A carga foi estimada em R$ 230 mil. O motorista da carreta foi amarrado e abandonado em um matagal, mas conseguiu se soltar e chegar em Piraquara, na região metropolitana de Curitiba, de onde entrou em contato com a polícia.O caminhão foi encontrado por volta das 5 horas da manhã em uma oficina em São José dos Pinhais, na região metropolitana de Curitiba, quando os assaltantes preparavam-se para desengatar a cabine. O motorista foi interceptado por dois membros da quadrilha quando estava na Rodovia Régis Bittencourt, ainda no Estado de São Paulo, próximo da ponte da represa Capivari. Ele foi fechado por um furgão e, quando desceu, foi rendido pelos homens armados. Colocado em um Tempra, foi levado para o meio do mato, amarrado e abandonado.Após 28 anos como motorista, Luiz da Silva Pereira, reclamou da insegurança, dizendo que todos trabalham com muito medo. "Estou com vontade de parar", disse. Suas informações permitiram que a polícia descobrisse o caminhão na oficina, apesar de os assaltantes já terem retirado o equipamento que permite localização por satélite. Foram presos Vanderlei Ferreira, Paulo Alves Heinebueg, Alex Douglas Pires, José Carlos Soares de Oliveira, Glauber Ricardo Coghetto, Gilberto Soares de Oliveira, José Maria Nilo dos Santos e o proprietário da oficina, Cláudio José Pereira.Pereira disse que não sabia de nada e que tinha apenas permitido o estacionamento, pelo qual receberia R$ 3 mil. A maioria dos acusados já tem passagens pela polícia. A lista mais extensa é de Santos, com sete mandados de prisão em São Paulo.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.