Oito mortos em massacre no sul do Pará

Oito trabalhadores rurais foram assassinados com tiros na cabeça por pistoleiros dentro da Fazenda Primavera, a 180 km de São Félix do Xingu, no sul do Pará. As primeiras informações, liberadas pela Polícia Militar da região, indicam que os lavradores foram emboscados por homens armados numa área de difícil acesso, na sexta-feira à tarde, quando faziam a derrubada da mata. Os corpos, ainda não identificados, foram resgatados no sábado por homens da Polícia Militar do destacamento de Taboca, uma vila distante 100 km do local onde os lavradores foram mortos. Dois trabalhadores sobreviveram porque saíram de motocicleta do local antes da emboscada.A comunicação com a região é precária. O telefone da Polícia Civil está cortado por falta de pagamento. O do quartel da Polícia Militar também apresenta problemas.O ouvidor agrário do Pará, o desembargadopr aposentado Otávio Maciel, disse à Agência Estado estar "surpreso e chocado" com a massacre em São Félix. "Vou entrar em contato com a Secretaria de Defesa Social do Estado para saber o que houve", disse Maciel.Ele informou que a Polícia Militar programou para esta semana em São Félix uma operação para retirar invasores de terras, grileiros e madeireiros das fazendas Três Poderes e Barra do Triunfo, onde seis pessoas foram mortas nos últimos meses em conflitos.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.