Oito são presos por tráfico de mulheres para a Itália

Grupo é acusado de mandar brasileiras para uma rede de prostituição italiana e pode pegar 12 anos de prisão

Pedro Dantas, O Estado de S. Paulo, e Solange Spigliatti, Central de Notícias,

15 Julho 2009 | 10h13

Oito pessoas foram presas sob acusação de fazer parte de uma quadrilha que mandava mulheres brasileiras para se prostituírem na Itália. A Operação Mediador IV é comandada pela Polícia Federal do Espírito Santo em conjunto com a polícia italiana.

 

Quatro pessoas foram presas no Espírito Santos, duas no Rio de Janeiro e duas na Itália. As investigações foram iniciadas em janeiro deste ano. Junto com as prisões, os agentes da PF apreenderam documentos e passaportes.

 

Os acusados foram indiciados por tráfico internacional para fim de prostituição e rufianismo. A pena pode chegar a 12 anos de prisão.

 

Texto ampliado às 11h33 para acréscimo de informações.

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.