Oito universitários morrem em acidente em MG

Oito pessoas morreram e três ficaram feridas em um grave acidente ocorrido às 19h de ontem na Rodovia dos Inconfidentes, antiga Estrada Real, que faz a ligação entre os municípios de Ouro Preto e Conselheiro Lafaiete, região central de Minas Gerais. Segundo o Corpo de Bombeiros de Belo Horizonte, uma van Fiat Ducatto, placas GVP 9782/BH, dirigida por Cleviolando da Silva, uma das vítimas que morreram no acidente, caiu em uma ribanceira de seis metros ao lado da pista, que é estreita, com muitas curvas e que foi pavimentada há pouco tempo, mas não recebeu as proteções laterais ou defensas metálicas. A van, que saiu de Ouro Preto, era ocupada por mais 12 pessoas, alunos e professores de Educação Física da Unipac-Fatec, universidade localizada em Conselheiro Lafaeite.O acidente ocorreu na entrada da cidade de Ouro Branco, que fica na metade do caminho entre Ouro Preto e Conselheiro Lafaiete, a 120 km da capital mineira. Morreram no acidente, além do motorista, Josiano Gomes, 33; José Raimundo da Silva, 39; Celene Guimarães Carvalho, 25; Silvana Paula Gonçalves Santos; Kátia Conceição Santos, 32; Cristian Gustavo Guimarães; e Cléria Imaculada de Oliveira. Soldados do Corpo de Bombeiros de Ouro Preto, a cidade mais próxima do acidente que possui equipes de resgate, cujas equipes foram comandadas pelo sub-tenente Isidoro, com o auxílio de policiais rodociários estaduais, encaminharam para o Hospital São Raimundo, em Ouro Branco, Santa Rosa Margarida, 47, Ana Paula Carvalho Barbosa, 37, e Tassiana Cinara Almeida, 28. As três não correm mais perigo. Uma delas teria sido transferida para o Hospital João XXIII, em Belo Horizonte.Os corpos dos oito mortos foram levados para o Instituto Médico Legal (IML) de Conselheiro Lafaiete e seguirão para a Funerária São Jorge, no mesmo município. As causas do acidente ainda não foram divulgadas, mas acredita-se que o motorista estivesse em alta velocidade.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.