Onda de violência em SC soma 52 ocorrências em menos de 1 semana

Entre quarta e quinta-feira, houve ataques a ônibus em cinco cidades e a casas de policiais e bases em outros três municípios

Tomás M. Petersen, Especial para O Estado

02 Outubro 2014 | 10h16

FLORIANÓPOLIS - O número de ocorrências policiais aumentou de 36 para 52 entre o final da noite desta quarta-feira, 1º, e a manhã desta quinta-feira, 2, em Santa Catarina. Nessa contagem, estão incluídas a prisão de 21 suspeitos e a apreensão de oito adolescentes. A terceira série de atentados no Estado começou na última sexta-feira, 26, e as forças de segurança ainda não sabem os motivos específicos.

Ônibus foram atacados em Criciúma, Campos Novos, Itajaí, Brusque e Blumenau. Em Camboriú, dois carros foram incendiados, mas o suspeito foi preso em seguida.

Casas de policiais e bases da Polícia Militar também foram atacadas a tiros em Florianópolis, São Francisco do Sul, Joinville. Na capital, uma guarita no Centro Administrativo do Governo do Estado foi atingida por 10 tiros. Em todos esses casos, ninguém ficou ferido.

Mais conteúdo sobre:
Santa Catarina Violência

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.