Onda de violência no Rio chega à imprensa estrangeira

Jornais europeus e latino-americanos noticiam 'guerra' entre polícia e traficantes na capital fluminense

estadão.com.br

25 Novembro 2010 | 09h22

SÃO PAULO - À medida que os ataques dos traficantes do Rio de Janeiro e as ações repressivas da polícia carioca aumentam, a onda de violência que tomou conta da capital fluminense desde o último final de semana ganha espaço na imprensa estrangeira.

 

Veja também:

linkDesde domingo, 22 suspeitos morreram em confronto

linkJustiça autoriza transferência de presos do Rio

link Turismo teme prejuízos por causa da violência

especial'Só UPP não vai resolver o problema de segurança'

mais imagens Veja fotos da onda de ataques no Rio

mais imagens Caixa coloca Esquadrão Antibomba em ação

forum Presenciou algum ataque? Conte-nos como foi

 

Jornais europeus e latino-americanos passaram a noticiar os incêndios de veículos, os ataques dos traficantes contra bases da Polícia Militar e as mortes causadas nessas ações. Desde o domingo, foram registrados 26 óbitos - quatro civis e 22 suspeitos.

 

 

Em notícia publicada nesta quinta-feira, 25, jornal britânico The Guardian relatava os confrontos entre a polícia e os traficantes dando informações sobre o número de mortos, detidos e feridos.

 

"Provocadas por ataques contra a polícia e motoristas, as incursões [nas favelas] começaram na terça-feira e envolveram centenas de policiais fortemente armados, veículos à prova de balas e helicópteros", escreve o jornal.

 

 

Já o espanhol El País escreveu que os narcotraficantes, "em vez de enfrentarem a si próprios, realizaram ataques planejados e colocaram a cidade de joelhos". "Traficantes desafiam o Rio de Janeiro" é o título da notícia.

 

O jornal lembra que "todos os acontecimentos ocorrem junto quando a cidade trabalha pela pacificação para oferecer uma imagem favorável ao exterior, para a Copa do Mundo de 2014 que acontecerá no Brasil e para os Jogos Olímpicos de 2016".

 

 

No argentino Clarín, a notícia ganhou destaque entre os principais fatos do dia e ocupou a página principal da versão online do jornal, que diz haver uma "guerra entre polícias e traficantes no Rio de Janeiro".

 

A agência estatal chinesa Xinhua também noticiou a violência da capital carioca e o terror da população ante os ataques e os tiroteios nas favelas.

 

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.