Onde está o dinheiro?

Escrevo em nome de minha mãe, Margarida de Souza Alexandre, sobre o sumiço de uma aplicação dela na Caixa Econômica Federal. O problema se arrasta há mais de um ano. Em 18/6/2007 ela foi à agência Jardim Aeroporto, onde possui tanto sua conta corrente quanto conta poupança. Precisando saldar uma dívida, ela foi retirar uma determinada quantia e qual não foi sua surpresa ao saber pelo caixa que o dinheiro sumira! Não havia mais o extrato bancário da sua conta poupança. Após alguns contatos com a agência e tentativas para saber se houve algum saque, ou o que havia acontecido, em março deste ano ela recebeu o Informe de Rendimentos Financeiros para Imposto de Renda, no qual constava que o valor estava disponível e havia a quantia depositada na conta. Ela retornou à agência para solicitar esclarecimento e requerer documentos (extratos e microfilmes) referentes aos meses de janeiro, fevereiro, março e abril de 2007, mas não foi atendida. Ninguém queria encaminhar suas solicitações e ela teve de ir inúmeras vezes à agência, sem sucesso. Ela não efetuou nenhuma movimentação na conta e tem o direito de saber o que houve com suas economias.CELSO SOUZASão PauloA Caixa Econômica Federal informou ter entrado em contato com a cliente para esclarecer que o saldo atualmente apresentado em sua conta está correto. O valor contestado na reclamação foi verificado no Informe de Rendimentos Financeiros para Imposto de Renda que, na realidade, engloba saldos de todas as contas existentes em seu CPF. Assessoria de Imprensa da Caixa - Regional Santo AmaroAtenção aos vazamentosOcorreu um vazamento de água subterrâneo em casa e o consertei após alguns dias. O valor da conta de outubro foi de R$ 341,78. Fui à uma agência da Sabesp pedi que o valor fosse revisto, em razão do vazamento. Eles pediram para aguardar e que o valor seria disponibilizado na internet. O valor informado foi de R$ 190,07. Mas não faz sentido eu pagar tudo isso, pois a média de consumo em casa é de 13 m³ por mês. Não concordo em pagar algo que não consumi. Peço a revisão da conta para que eu pague só o que é justo para o meu perfil de consumidor da Sabesp.APARECIDO MARCONDESSão PauloA Sabesp informou que, com base em seus procedimentos e normas internas, concedeu desconto de 44,38% no valor total da conta, referente ao cálculo da cobrança do serviço de esgoto. Quanto ao faturamento da água, o cálculo foi efetuado considerando-se o volume efetivamente registrado no hidrômetro. E, caso seja do interesse do sr. Marcondes, o valor da conta em questão poderá ser parcelado. A Sabesp lembra que o morador deve estar sempre atento à conservação das instalações hidráulicas internas do imóvel, de modo a prevenir potenciais vazamentos e desperdícios de água que acabam por elevar o valor da conta. DANTE RAGAZZI PAULI, superintendente da Unidade de Negócio Leste da SabespO leitor contesta: Não tenho interesse em parcelar um valor de consumo que não existiu. Se eu tivesse gasto todo aquele volume de água, certamente pagaria a conta à vista, como sempre fiz. Quero pagar somente a média do mês, que acho o correto e justo.Alvo - ponto de ônibusTenho um alerta a fazer. Trabalho na Avenida Luís Carlos Berrini há apenas dois meses e já presenciei várias cenas perigosas. No final de outubro, às 20 horas, estava num ponto de ônibus, na altura do WTC da avenida, com muitas pessoas, todas escondidas embaixo da marquise, pois chovia. De repente, uma das moças saiu correndo, em direção à rua, gritando! Um rapaz, em seguida, atravessou a rua tranqüilamente. Ela tinha sido assaltada e contou que há alguns dias tinha havido um arrastão no local. Dois motoqueiros armados e encapuzados pararam e assaltaram todos que estavam no ponto. Arrastão em ponto de ônibus! Parece piada! Eu nunca vi policiamento na Berrini. Para evitar passar por isso, tento sair mais cedo do trabalho, antes que escureça. Acho que noticiar pode servir de alerta para quem circula na região e, quem sabe, para que autoridades façam algo.EDILAINE FÉLIXSão PauloA Polícia Militar do Estado de São Paulo informou que analisa os indicadores criminais de modo a identificar áreas de interesse de segurança pública e direcionar os recursos humanos e materiais de maneira eficaz. Diz que estão sendo adotadas medidas preventivas à região pela 4.ª Companhia do 12.º Batalhão de Polícia Militar Metropolitano, por meio de programas de policiamento, com Radiopatrulhamento, Força Tática, Policiamento Comunitário e Rondas com Motocicleta. As cartas devem ser enviadas para spreclama.estado@grupoestado.com.br, pelo fax 3856-2940 ou para Av. Engenheiro Caetano Álvares, 55, 6.º andar, CEP 02598-900, com nome, endereço, RG e telefone, e podem ser resumidas. Cartas sem esses dados serão desconsideradas. Respostas não publicadas são enviadas diretamente aos leitores.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.