Onde placas e luminosos resistem

Estabelecimentos comerciais em regiões como Perus, na zona norte, e Guaianases, na zona leste, driblam a fiscalização da Lei Cidade Limpa e continuam a exibir propagandas e cartazes. As alternativas são várias, de peças móveis, colocadas na calçada pela manhã e retiradas à noite, a pinturas na parede. Nas principais avenidas, lojas expõem placas acima das dimensões permitidas e luminosos. A Secretaria de Coordenação das Subprefeitura afirmou que as regiões percorridas pela reportagem (Freguesia do Ó, Pirituba, Perus e Guaianases) serão fiscalizadas. "Já foram resolvidos 95% dos casos'', diz o secretário Andrea Matarazzo.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.