ONG pede intervenção do Exército em Campinas

A ONG Viva Campinas vai entregar nesta semana ao governo federal um abaixo-assinado pedindo a intervenção do Exército na cidade. O objetivo é o restabelecimento da ordem pública e da paz social em toda a região. Em entrevista à Rádio Eldorado AM, o presidente do conselho deliberativo da ONG, Agostinho Tavolaro, disse que o documento adverte para a situação de violência que tomou conta de Campinas. Ele declarou que um dos piores reflexos desse quadro é a pressa da sociedade em se armar para tentar se defender."O nosso medo maior é que há muitas pessoas nos dizendo que vão comprar armas para se defender. E o pior é que não falam em comprar armas legalmente. Elas não querem um revólver calibre 22 ou 32 porque o bandido vem com um fuzil AK-47 ou uma metralhadora e na loja você não encontra isso para comprar. Então, essas pessoas dizem que também vão comprar armas ilegais porque não há como enfrentar os bandidos com armas calibre 22 ou 32".Tavolaro afirmou que o governo federal prometeu a criação de uma força-tarefa, com o apoio do governo do Estado de São Paulo, para combater a violência.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.