Ônibus com 22 presos é apreendido porque motorista não tinha carteira

Com seu carro particular, dono da empresa transportou detentos de volta ao presídio

Sandro Villar, O Estado de S. Paulo

08 Dezembro 2013 | 21h46

PRESIDENTE PRUDENTE - Um ônibus que transportava 22 presos do Centro de Progressão Penitenciária 2 de Bauru, no interior de São Paulo, foi apreendido pela Polícia Militar no fim da tarde deste domingo, 8, porque o motorista não tinha a carteira, apreendida há menos de um mês. A apreensão ocorreu quando o ônibus levava de volta ao presídio o grupo de presos que costuma sair da cadeia para trabalhar.

Os policiais também apreenderam nove celulares que estavam com dois detentos revistados. Com a apreensão do ônibus, o dono da empresa foi chamado. Com seu carro particular, ele transportou os presos de volta ao presídio.

O ônibus foi guinchado e levado para a delegacia de trânsito. O estado de conservação do veículo foi criticado pelos policiais. O ônibus não tem cinto de segurança, faltam bancos e está sem o vidro traseiro. O motorista, que teve a careirta de motorista apreendida em outra blitz, o dono da empresa e os presos flagrados com os celulares foram levados para a Central de Polícia Judiciária.

Mais conteúdo sobre:
CPPBaurupresídio

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.