Ônibus com 40 granadas e armamento de guerra é apreendido no PR

PF investiga a origem e o destino do material que foi apreendido na Ponte da Amizade, na divisa do Brasil com o Paraguai; local foi isolado para que uma das granadas fosse desativada

Fabiana Marchezi, do estadão.com.br,

03 de setembro de 2010 | 10h46

SÃO PAULO - Um ônibus de turismo foi apreendido na tarde de quinta-feira, 2, ao tentar entrar no Brasil pela Ponte da Amizade, em Foz do Iguaçu, no Paraná, transportando 40 granadas, sete fuzis, 80 carregadores, cinco pistolas, uma metralhadora 9 milímetros e mais de 10 mil cartuchos de munição de vários calibres.

 

De acordo com a Polícia Federal, o material foi retido durante uma operação de rotina que teve o apoio da Receita Federal. Os agentes abordaram o veículo e desconfiaram do pequeno número de passageiros, apenas cinco adultos e duas crianças. Os explosivos e o armamento foram encontrados num fundo falso sob o ônibus.

 

Como uma das granadas estava sem o pino de segurança, o Grupo de Diligencias Especiais foi acionado e toda área foi isolada. A Ponte da Amizade ficou interditada por cerca de uma hora.

 

A granada foi retirada do ônibus, colocada dentro de pneus e coberta com areia para ser desativada. Todos os ocupantes do veículo foram encaminhados para a sede da Polícia Federal para averiguação. O motorista foi preso em flagrante. As armas e munições apreendidas serão encaminhadas para o Exército. A PF investiga a origem e o destino do material.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.