Ônibus de São Paulo terão tarifa diferenciada

A Prefeitura de São Paulo vai adotar a cobrança de uma tarifa diferenciada a partir do próximo ano. A proposta está sendo estudada pela Secretaria Municipal dos Transportes e será incluída na nova licitação para o sistema de ônibus, a ser elaborada no segundo semestre.De acordo com o secretário municipal dos Transportes, Carlos Zarattini, a cobrança de preços diferentes será possível por causa dos novos projetos em análise na Secretaria. Um deles é a criação de linhas de ônibus locais, que percorrerão trajetos mais curtos nos bairros. "Como o trajeto será local, será possível cobrar menos", explicou Zarattini. Outro fator que permitirá a redução nos custos para o passageiro, disse o secretário, é a criação do bilhete único, que possibilitará ao passageiro circular por um período de tempo pagando apenas uma passagem. Outra proposta que será incluída na nova licitação é a criação de linhas de microônibus.O secretário deu as informações nesta sexta-feira, durante a entrega de 151 novos ônibus pelas empresas responsáveis pelo sistema de transporte na cidade. A entrega, que contou com a presença da prefeita Marta Suplicy (PT), é parte do acordo firmado entre os empresários e a Prefeitura para a entrega de mil novos ônibus, até o fim do ano.TarifaNo evento, a prefeita voltou a rebater as críticas sobre o aumento da tarifa, anunciando novas medidas. Uma delas é a reforma do corredor de ônibus Santo Amaro-9 de Julho. Quanto à liminar, já cassada, que autorizava a redução da passagem para os associados do Sindicato dos Metalúrgicos e da Força Sindical, a prefeita afirmou que o episódio é uma "página virada".Marta também esteve na Escola Municipal de Ensino Fundamental Dr. Miguel Vieira Ferreira, na Cidade Dutra, zona sul, onde inaugurou mais uma etapa do projeto Escola Aberta, que prevê a abertura das escolas municipais durante os fins de semana. A escola, que há três anos já desenvolve um programa em conjunto com a comunidade para atividades fora do horário das aulas, passará a contar com o apoio da Prefeitura para cursos e atividades esportivas voltadas para a população.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.