Ônibus desgovernado deixa 5 mortos e 30 feridos em AL

Após batida na traseira, caminhão atropelou cortejo que encerrava as festas juninas; houve tumulto

Ricardo Rodrigues, MACEIÓ, O Estadao de S.Paulo

01 Julho 2009 | 00h00

Cinco pessoas morreram e cerca de 30 ficaram feridas em um grave acidente anteontem à noite na cidade de Pilar, a 37 km de Maceió. Um choque, envolvendo um ônibus e um caminhão, provocou também a morte de seis cavalos, que participavam de um cortejo para o Casamento Matuto, que marcaria o fim das festividades juninas. O prefeito, Oziel Barros, decretou luto oficial e lamentou o ocorrido. Segundo ele, a festa tem tradição de 40 anos e sempre foi realizada com carroças e cavalos. "Com o passar do tempo, foi atraindo a atenção de outros municípios, de onde as pessoas saem em caravanas como essa, em ônibus e caminhões, na direção de Pilar." Segundo testemunhas, o acidente aconteceu na descida de uma ladeira e o ônibus e o caminhão estavam superlotados. O motorista do coletivo estaria embriagado e fugiu após o acidente. Ele teria perdido o controle do veículo e atingido a traseira do caminhão que, desgovernado, foi para cima das pessoas e dos animais, só parando ao colidir com uma casa. Como havia muitas pessoas na rua, o acidente provocou pânico e muita gente foi pisoteada. Entre os feridos leves havia muitas crianças e adolescentes com pernas e braços quebrados, além de escoriações leves. Os acidentados graves foram levados para o Hospital Geral do Estado (HGE), em Maceió. Os feridos leves acabaram atendidos no local e nos hospitais da região. Das 31 pessoas que foram para o HGE, 24 já receberam alta médica, 6 ainda se encontravam hospitalizadas e uma morreu após receber atendimento de emergência.

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.