Ônibus é incendiado em BH e suspeitos são presos

Um ônibus foi incendiado na noite de quarta-feira, 19, no bairro Pindorama, na região noroeste de Belo Horizonte. De acordo com a Polícia Militar (PM), homens armados apedrejaram o coletivo da linha 4802, que fazia o itinerário entre os bairros Pindorama e Boa Vista por volta das 21h40. O grupo invadiu o ônibus com galões de gasolina, obrigando o motorista, o cobrador e os passageiros a descerem. Em seguida, ateou fogo no veículo, que ficou completamente destruído. Ninguém ficou ferido.Já nesta quinta-feira, 20, Joel dos Santos, de 20 anos, e Edson Pereira Ramos, de 21, foram presos no próprio bairro Pindorama, suspeitos de participação no ato. A PM tratou o episódio como um ato de vandalismo em represália à uma decisão da empresa Viação Boa Vista, que resolveu colocar seguranças privados nos coletivos para coibir os usuários que costumavam não pagar passagens. Segundo a PM, os suspeitos foram reconhecidos por alguns populares como integrantes do grupo que ateou fogo no ônibus. Santos é condenado por assalto a mão armada e estava foragido do 2º Distrito Policial de Contagem, na região metropolitana da capital mineira. A PM ainda procura outros envolvidos no ataque.Os policiais descartaram qualquer relação entre o episódio e a onda de violência em São Paulo. O gerente geral da empresa, José Orlando da Silva, disse que a linha registra um histórico de agressões contra motorista e cobradores, mas salientou que a fiscalização própria já existe há mais de dois anos.Segundo ele, esta é a primeira vez que um coletivo da linha é incendiado. "Vários já foram quebrados, mas incendiado é a primeira vez", afirmou. "Lá existe vandalismo mesmo. A polícia está atribuindo a isso, mas a gente não sabe o que motivou".

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.