Ônibus já operam com bilhetes magnéticos em Sorocaba

Os usuários do serviço de transporte coletivo público de Sorocaba já podem utilizar cartões magnéticos semelhantes aos do metrô paulistano para circular de ônibus pela cidade. Os 361 coletivos da frota que opera o sistema foram dotados de equipamentos para a leitura dos cartões. O novo serviço foi lançado hoje pelo prefeito Renato Amary (PSDB). As fichas plásticas que vinham sendo usadas desde o início da década de 90 perderão totalmente a validade em 60 dias. Nesse período, considerado de adaptação, os dois sistemas continuam válidos. A prefeitura lançou uma campanha para orientar os 220 mil passageiros que usam diariamente o serviço público de transporte. Eles são orientados a não guardar os cartões junto com aparelhos eletrônicos ou ímãs, para que não percam a função. Os bilhetes estão sendo vendidos em uma rede de postos autorizados. Está sendo prevista a venda mensal de cartões. Eles são diferenciados em passe social, passe escolar e vale transporte, conforme a categoria de usuários. O sistema de integração, que permite ao usuário deslocar-se de um bairro a outro da cidade, passando pelos terminais centrais, sem adquirir uma nova passagem, continua válido. Os valores das tarifas não foram alterados.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.