Ônibus voltam a circular em SP, mas há grandes filas

Cerca de 70% das garagens de ônibus existentes na cidade de São Paulo que fecharam desde meia noite de ontem, prejudicando 1,1 milhão de usuários paulistanos já voltaram a operar, principalmente nas zonas sul e leste. Ainda há muitos passageiros nos pontos à espera de coletivos.A paralisação, que durou até às 6 horas, é um prenúncio do que pode ocorrer nos próximos dias caso a paralisação se estenda para o dia inteiro e para as demais empresas, totalizando 8 mil ônibus parados e mais de 5 milhões de passageiros sem esse tipo de transporte na cidade. Seis consórcios querem rescisão amigável do contrato que mantêm com a prefeitura da capital, alegando atrasos em pagamentos e descumprimento de cláusulas. Por enquanto a Prefeitura, através da Secretaria dos Transportes já respondeu que não aceita romper os contratos.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.