Onze mulheres e uma história em comum

Um grupo de onze mulheres ganhou destaque na lista dos convidados para a posse da presidente Dilma Rousseff. São ex-militantes da esquerda nos anos 70, que passaram por órgãos da repressão, como o Dops e o DOI-Codi, e acabaram encarceradas no presídio Tiradentes, em São Paulo. Lá, tornaram-se companheiras de cela de Dilma Rousseff. Elas ficavam na chamada Torre das Donzelas, como era conhecido o conjunto de celas femininas localizado no alto do prédio. A advogada Rita Sipahi, a socióloga Lenira Machado, a jornalista Rose Nogueira, a uruguaia Maria Cristina Castro, a economista Maria Lúcia Urban e as arquitetas Maristela Scofield e Ivone Macedo estão entre elas.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.