Operação combate comércio ilegal em shopping da Paulista

Cerca de 70 agentes da Superintendência da Receita Federal em São Paulo desencadearam nesta quinta-feira, 10, a partir das 13 horas, a Operação Ventania para reprimir o comércio irregular em lojas de um shopping na região da Avenida Paulista que comercializam componentes de informática, programas de computador e eletrônicos. A maioria das lojas estava fechada e os fiscais não conseguiram fazer a fiscalização como queriam. A operação tinha dez alvos principais, que são as maiores lojas do centro comercial, na altura do número 2.000. Apesar disso, apenas duas dessas lojas estavam abertas. Em um dos carros parados no estacionamento do centro, foi encontrada mercadoria contrabandeada, mas o motorista conseguiu fugir. A operação tem o objetivo de combater a pirataria, a sonegação - vendas sem nota fiscal e sem o pagamento de impostos - e descaminho, a venda de mercadorias de origem estrangeira que entram irregularmente no mercado nacional sem o pagamento dos impostos. A ação vai continuar, mas os fiscais não deram detalhes das datas, pois que eram pegar as lojas que estavam fechadas abertas. A ação desta quinta teve o apoio da Secretaria da Fazenda de São Paulo, da Prefeitura, da Guarda Civil Metropolitana e da Polícia Militar. Ampliada às 19 horas

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.