Twitter/Polícia Civil RJ
Twitter/Polícia Civil RJ

Operação contra milícia deixa 4 mortos e prende 141 pessoas no Rio

Grupo estava em uma festa na zona oeste quando foi abordado por policiais

O Estado de S.Paulo

07 Abril 2018 | 13h26

Uma operação da Polícia Civil contra a milícia em Santa Cruz, na zona oeste do Rio, prendeu 141 suspeitos e apreendeu 7 menores, na madrugada desta sábado, 7. O grupo estava em uma festa, quando foi abordado por policiais. Durante o confronto, quatro suspeitos foram mortos.

A operação foi realizada por equipes da Delegacia de Homicídios da Baixada, da Coordenadoria de Recursos Especiais e de delegacias distritais. Segundo a Polícia Civil, pelo menos 25 fuzis e 15 pistolas foram apreendidos com o grupo.

Os detidos foram levados para a Cidade da Polícia, no Jacaré, zona norte do Rio. Os suspeitos são apontados como integrantes da quadrilha de Wellington da Silva Braga, conhecido como Ecko, mas ele não teria sido preso durante a operação. Ele é considerado pela polícia como um dos maiores chefes de milícia no Rio.

Depois da operação, em uma suposta represália, criminosos atearam fogo na estação do BRT Cesarão 3, que fica na região. A ação aconteceu por volta das 5h20 e o serviço no corredor Transoeste no trecho teve que ser interrompido.

Mais conteúdo sobre:
Rio de Janeiro [estado] Polícia Civil

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.