Reprodução/Unsplash
Reprodução/Unsplash

Operação contra pedofilia prende quatro pessoas no Rio de Janeiro

Investigações duraram cinco meses e acusados foram rastreados pela internet

Roberta Jansen, O Estado de S.Paulo

30 Agosto 2018 | 08h51

RIO - Pelo menos quatro homens foram presos em flagrante na manhã desta quinta-feira, 30, numa operação contra a pedofilia coordenada pela Polícia Civil. As investigações duraram cinco meses e os agentes rastrearam a navegação dos pedófilos na internet. A ação desta manhã visa cumprir 29 mandados de busca e apreensão em cinco cidades da Baixada Fluminense: São João do Meriti, Nova Iguaçu, Duque de Caxias, Belford Roxo e Seropédica. Segundo a polícia, análises estão sendo feitas nos locais das buscas e, constatado conteúdo de pedofilia nos dispositivos eletrônicos, os donos dos aparelhos estão sendo presos em flagrante.

A responsável pelas investigações é a delegada Fernanda Fernandes. "No curso da investigação nos deparamos com esses vinte e nove alvos e havia alguns integrantes da rede internacional de pornografia infantil". Ainda segundo a delegada, em entrevista para TV Globo, "é crime armazenar, gravar e produzir vídeos com atos sexuais e cenas pornográficas envolvendo criança e adolescentes". "Os dispositivos com arquivos suspeitos serão apreendidos e os suspeitos serão presos em flagrante e levados para a Cidade da Polícia", afirmou Fernanda.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.