Operação contra tráfico de drogas termina com quatro mortos em SE e BA

Operação contou com a participação de cerca de 150 policiais civis e militares e prendeu 10 suspeitos em 5 cidades

Priscila Trindade, do estadão.com.br

11 de agosto de 2010 | 17h14

SÃO PAULO - Quatro pessoas morreram nesta quarta-feira, 11, suspeitas de integrarem uma quadrilha que comandava assaltos e o tráfico de drogas em municípios de Sergipe e da Bahia. Entre os mortos está Joaldo Lima Souza, apontado como líder da quadrilha.

 

A operação, que contou com a participação de cerca de 150 policiais civis e militares, foi deflagrada nas cidades de Lagarto, Simão Dias, Macambira, Itabaiana, em Sergipe, e Paripiranga, na Bahia. Dez suspeitos foram presos.

 

Segundo a Secretaria de Segurança Pública de Sergipe, a quadrilha que atuava principalmente na venda por atacado de drogas como maconha, cocaína e crack, começou a ser investigada em abril deste ano. A polícia suspeita que o bando também roubasse malotes de dinheiro que eram transportados entre empresas e bancos.

 

Na operação foram apreendidos 30 quilos de maconha e 11 armas de fogo, sendo cinco pistolas, três revólveres calibre 38, um revólver calibre 32 e duas escopetas calibre 12.

 

Os presos foram encaminhados para a sede do Centro de Operações Policiais Especiais (Cope). Eles devem ser processados por crimes de tráfico de drogas, roubo, homicídio e formação de quadrilha.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.