Operação da PF apreende avião e R$ 500 mil de tráfico internacional

A Polícia Federal em São Paulo desarticulou uma quadrilha internacional de tráfico de drogas formada por brasileiros, colombianos, bolivianos e europeus, com sede na capital paulista. Pelo menos 50 mandados de prisão temporária e 38 mandados de busca e apreensão estão sendo cumpridos pela PF em São Paulo, Mato Grosso do Sul, Rio de Janeiro e Minas Gerais.

Luciana Fadon Vicente - Central de Notícias,

17 Novembro 2010 | 13h28

Ao longo de um ano e meio de investigação, a PF apreendeu 2,3 toneladas de cocaína, 33 veículos, uma aeronave avaliada em R$ 250 mil e aproximadamente R$ 500 mil. Durante esse período, 21 pessoas foram presas em flagrante.    

A organização trazia cocaína proveniente da Bolívia e fazia a distribuição para Europa e África, além de abastecer o Brasil. As investigações contaram com a cooperação de organismo policiais da Europa e da América Latina. Pelo menos 50 mandados de prisão temporária e 38 mandados de busca e apreensão estão sendo cumpridos hoje pela PF em São Paulo, Mato Grosso do Sul, Rio de Janeiro e Minas Gerais, durante a Operação Deserto.   

Também foram apreendidos produtos químicos e maquinários usados para preparação e adulteração de drogas, além de armas e munições, incluindo dez granadas antitanques. Os detidos serão indiciados e responderão por crimes de tráfico internacional de cocaína, associação para o tráfico, financiamento do crime de tráfico, e tráfico internacional de arma de fogo de uso restrito.


Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.