Operação da PF contra tráfico de drogas prende 13 no Rio

Segundo polícia, coordenação do grupo era feita por presidiários ligados à facção criminosa Comando Vermelho

Fabiana Marchezi e Solange Spigliatti, do estadão.com.br

17 de junho de 2010 | 10h47

SÃO PAULO - Treze pessoas já foram presas nesta manhã durante a Operação Patente, deflagrada pela Polícia Federal do Rio de Janeiro, com objetivo de desarticular uma suposta quadrilha de tráfico internacional de armas e drogas. Entre os detidos está uma advogada.

 

De acordo com a PF, a coordenação do grupo era feita por presidiários ligados à facção criminosa Comando Vermelho. A advogada detida é acusada de ter ligação com a facção.

 

Ainda segundo a PF, a operação deve cumprir 15 mandados de prisão e 16 de busca e apreensão no Rio de Janeiro, Duques de Caxias, Petrópolis e São Paulo.

 

Cinco dos mandados de prisão foram entregues diretamente nos presídios, pois os criminosos já cumprem pena por outros crimes. Também serão realizadas seis buscas em celas de presídios do Complexo de Bangu, no Rio.

Tudo o que sabemos sobre:
tráficoRioComando Vermelhoprisão

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.