Operação da PF contra tráfico internacional prende 40 em 7 Estados

Cerca de 230 agentes cumprem mais de 100 mandados em SP, MS, RO, PR, MT, CE e GO

Solange Spigliatti, do estadão.com.br,

27 Outubro 2011 | 09h19

Operação Semilla

SÃO PAULO - Pelo menos 35 pessoas foram presas acusadas de integrar uma quadrilha baseada em São Paulo e especializada em tráfico internacional de drogas. Veículos e cerca de R$ 68 mil já foram apreendidos.

Cerca de 230 agentes da Polícia Federal estão cumprindo 54 Mandados de Prisão Temporária e 59 Mandados de Busca e Apreensão nos Estados de São Paulo, Mato Grosso do Sul, Rondônia, Paraná, Mato Grosso, Ceará e Goiás. Também foram bloqueados pela Justiça, a pedido da PF, contas bancárias e aplicações financeiras ligadas aos investigados, além do sequestro de 20 imóveis, 15 veículos e uma aeronave.

A Operação Semilla, da Polícia Federal, foi deflagrada após um ano de investigação. O grupo era formado por cidadãos brasileiros, sul-americanos e europeus e trazia para o Brasil cocaína proveniente da Bolívia e maconha do Paraguai. A droga era encaminhada para a Europa e África, e também distribuída no país.

Durante as investigações, 70 pessoas foram presas em flagrante por tráfico de drogas, sendo uma delas suspeita de integrar a máfia calabresa, na Itália. Nesse período, foram apreendidos cerca de 4.327 quilos de cocaína, 5.210 quilos de maconha, mais de um milhão em moeda nacional e estrangeira, armas, munições, cerca de 48 veículos e 1 aeronave, esses veículos teriam sido adquiridos com dinheiro proveniente do narcotráfico. Um laboratório de refino de cocaína foi desativado em Barueri, na Grande São Paulo.

Operação Ouro Branco

Cinco pessoas foram presas e três aviões foram apreendidos durante operação da Polícia Federal, o objetivo de reprimir o tráfico internacional de drogas. A operação Ouro Branco foi realizada nos estados de Mato Grosso, Mato Grosso do Sul e São Paulo.

Entre as prisões, duas ocorreram em São Paulo, uma em Campo grande, no Mato Grosso do Sul, uma em Itiquira e uma em Pontes de Lacerda, no Mato Grosso. Além dos aviões, cinco veículos e vários documentos foram apreendidos

Foram cumpridos oito mandados de prisão e outros oito mandados de busca e apreensão a fim de desmantelar organização criminosa que interiorizava entorpecente no Brasil vindo da Bolívia, abastecendo a região Sudeste do País.

As investigações duraram cerca de um ano, período em que foram apreendidos cerca de 1.200 kg de pasta base de cocaína e realizadas três prisões em flagrante. Segundo a PF, a quadrilha utilizava como base de recebimento, transporte e distribuição da droga, uma fazenda situada na região pantaneira do distrito de Ouro Branco do Sul, município de Itiquira, no Mato Grosso, dando nome à operação em andamento.

Texto atualizado às 13h40

 

Mais conteúdo sobre:
operação federal drogas tráfico

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.