Operação da PF fecha rádios clandestinas em São Paulo

A Polícia Federal (PF) cumpriu 17 mandados de busca e apreensão na capital e na Grande São Paulo na manhã desta quarta-feira, 10, durante a Operação Linhas Cruzadas. A ação foi deflagrada com o objetivo de combater as rádios clandestinas que funcionam sem autorização da Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel).De acordo com a PF, 50 agentes federais e 15 fiscais da Anatel participaram da operação de combate ao funcionamento clandestino de rádios sem as devidas autorizações legais, que, entre outros problemas, colocam em risco a comunicação entre aeronaves e trens.Em um dos locais, onde funcionava a Rádio Gospel da Fundação Evangélica Trindade, foram apreendidos três transmissores de alta potência (15.000 watts cada) cujo valor unitário é de aproximadamente R$ 40.000,00.Os responsáveis responderão por indevida atividade de radiodifusão - rádio pirata, podendo ainda responder por atentado contra a segurança de transporte aéreo.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.