Operação da PF se concentra em doleiros

A Operação Farol da Colina realizada hoje pela Polícia Federal em sete Estados do País está sendo concentrada principalmente na prisão temporária de doleiros na cidade de São Paulo e na região de Campinas. Apenas em São Paulo, foram emitidos 92 mandados de prisão temporária e busca e apreensão. No fim da tarde de ontem, o doleiro Antônio Oliveira da Claramunt, conhecido como "Toninho da Barcelona", um dos cambistas mais conhecidos de SP, foi preso em regime temporário, sob acusação de evasão de divisas. Ainda de acordo com agentes da PF, a operação de hoje foi motivada pelas investigações da PF, com apoio do ministério da Fazenda, sobre operações de CC5. Em SP, a operação conta com a participação de 380 membros da PF, entre agentes e delegados, com apoio operacional de Brasília e do Paraná. Toninho da Barcelona já está sob custódia da Superintendência da PF em SP e, até o momento, cerca de outros três doleiros já foram presos e também estão no mesmo local, mas seus nomes não foram divulgados. A operação deve transcorrer ao longo do dia e a previsão da PF é de cumprir todos os 91 mandados que faltam até as 18h.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.