Operação da PM deixa quatro mortos no Morro da Pedreira, no Rio

De acordo com policiais, baleados eram suspeitos; hospital afirma que vítimas chegaram mortas

Tiago Rogero, Estadão.com.br

31 de maio de 2011 | 09h47

RIO - Quatro homens morreram na manhã desta terça-feira, 31, durante operação da Polícia Militar no morro da Pedreira, em Costa Barros, na zona norte do Rio. Segundo militares do 41º BPM (Irajá), as vítimas seriam traficantes, baleados durante troca de tiros com a polícia. Eles foram encaminhados ao Hospital Estadual Carlos Chagas, também na zona norte, mas chegaram já sem vida, de acordo com a secretaria estadual de Saúde.

 

Participam da operação policiais de oito batalhões. O objetivo é encontrar os responsáveis pelo assassinato, ontem à noite, do soldado Marcos Vinícius Saldanha, de 30 anos, que trabalhava no 19ª BPM (Copacabana).

 

Segundo a polícia, Saldanha não estava fardado e voltava para casa quando a gasolina do carro acabou. Ele teria ido de mototáxi a um posto de gasolina, mas foi surpreendido por traficantes do morro da Pedreira, que teriam percebido a arma do policial. O soldado foi rendido e levado pelos criminosos para dentro da favela, onde foi morto a tiros.

 

A polícia passou a madrugada fazendo cerco à comunidade. Na operação desta manhã, foram apreendidos um fuzil calibre 7.62 mm, duas pistolas 9 mm e uma .45, além de "farta quantidade de drogas", segundo a Polícia Militar.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.