Operação da PM deixa um morto e quase 3 mil alunos sem aulas no Rio

Incursão da polícia em Parada de Lucas também encontrou cadáver; escolas fecharam no período da tarde

Estadão.com.br,

07 de março de 2012 | 21h32

SÃO PAULO - Um suspeito morreu baleado e um corpo foi encontrado durante uma operação da Polícia Militar na favela Parada de Lucas, na zona norte do Rio. A incursão teria sido motivada pela denúncia de uma invasão de traficantes rivais na região.

A operação contou com 40 agentes do 16º Batalhão (Olaria) e do Batalhão de Operações Especiais (Bope). Segundo a PM, o suspeito foi baleado após resistir a prisão e não resistiu aos ferimentos. Já o segundo corpo foi encontrado dentro de um carro na favela.

A ação deve continuar na região, de acordo com a polícia, que apreendeu uma pistola 9mm.

Segundo a Secretaria Municipal de Educação, três escolas e três creches não funcionaram à tarde em Parada de Lucas e Vigário Geral por causa da ocupação da favela. Por causa disso, cerca de 2.700 alunos ficaram sem aulas.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.