Operação da PM em Senador Camará, no Rio, prende um e deixa 2 mortos

Objetivo era verificar denúncias de que traficantes do Morro da Mangueira estariam se escondendo na região

Solange Spigliatti, estadão.com.br

22 de junho de 2011 | 17h20

SÃO PAULO - Um homem foi preso e dois morreram durante operação da Polícia Militar deflagrada por 180 policiais no complexo Senador Camará, composto pelas favelas Vila Kennedy, Vila Aliança e Coreia, na zona oeste do Rio, nesta quarta-feira, 22.

 

De acordo com a PM, durante as operações, um homem foi detido na Vila Kennedy, que vestia roupa preta e estava com colete com a inscrição de Polícia e uma mochila com drogas e munições. Mais de 30 motocicletas foram apreendidas e foram removidas para o Depósito Público do Detran.

 

Além da prisão, dois homens foram socorridos após troca de tiros, na Vila Kennedy e outro na Coreia, mas não resistiram aos ferimentos. Com eles estavam uma granada e uma pistola. O homem que estava com a pistola é conhecido como "Xuxa" e seria o responsável pela "boca de fumo" do Km 32 da Estrada de Madureira, área de atuação do 20º BPM.

 

O objetivo da ação, coordenada pela 2ª CPA (Bangu), é cumprir mandados de prisão, busca e apreensão e também verificar denúncias de que traficantes que teriam fugido do Morro da Mangueira, na zona norte, estariam se escondendo na comunidade. No domingo, a Mangueira foi ocupada para a instalação de uma Unidade de Polícia Pacificadora (UPP).

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.