Informação para você ler, ouvir, assistir, dialogar e compartilhar!
Tenha acesso ilimitado
por R$0,30/dia!
(no plano anual de R$ 99,90)
R$ 0,30/DIA ASSINAR
No plano anual de R$ 99,90

Operação da polícia prende quadrilha de ladrões de carga em Cabreúva

Uma operação do Departamento de Investigações sobre o Crime Organizado (Deic) levou à detenção de oito suspeitos de montar um depósito de cargas roubadas nas estradas das regiões de Campinas e de Jundiaí. Uma carga de 27 toneladas de carne seca foi recuperada pelos policiais da 2ª Delegacia de Repressão ao Roubo de Cargas.A carga encontrada havia sido roubada pela quadrilha na terça-feira na Via Anhanguera. O motorista da carreta havia sido mantido refém até as 7 horas de anteontem. A carga ia ser vendida a comerciantes do Amazonas, que receberiam notas fiscais frias que encobririam a origem da mercadoria.Os policiais encontraram ainda restos de uma carga de geladeiras da Cônsul roubada pelo bando. Além do caminhão que transportava a carga, no alojamento dos suspeitos os policiais acharam uma das geladeiras que haviam sido roubadas. O material estava escondido em um galpão no Bairro do Pinhal, em Cabreúva - município na região de Jundiaí.Segundo os policiais do Deic, o depósito era o lugar para onde o bando levava as cargas roubadas, enquanto esperava encontrar comprador para a mercadoria. Os policiais estavam vigiando o lugar quando a carreta de carne seca chegou. ZONA NORTEEm outra operação da polícia, investigadores da 4ª Delegacia Seccional, responsável pelos distritos policiais da zona norte de São Paulo, fecharam um desmanche de carros roubados e prenderam em flagrante quatro acusados de receptação. Os policiais encontraram no local um Gol que havia sido furtado em Santana no dia 22. "Havia um caminhão de peças cortadas de carros. Nós apreendemos tudo e vamos agora verificar a origem desse material", afirmou a delegada Elizabete Ferreira Sato.Parte das peças estava embalada para ser revendida. Foram autuados em flagrante sob a acusação de receptação de objetos Francisco Martins da Silva, de 40 anos, Rosalvo André Cassio Piovesan, de 27, Alonço Martins da Silva, de 45, e José Francisco Santos Gomes, de 22. O estouro do desmanche faz parte de uma operação da seccional para tentar diminuir furtos e roubos de veículos. "Planejamos a ação de acordo com os registros de casos em cada distrito da zona norte", afirmou a delegada.

MARCELO GODOY, O Estadao de S.Paulo

24 de abril de 2009 | 00h00

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.