Divulgação/Polícia Civil
Divulgação/Polícia Civil

Operação em três Estados planeja prender família atacadista de drogas e armas

Foram expedidos mandados de prisão para o Rio de Janeiro, Espírito Santo e Mato Grosso do Sul; 10 pessoas já foram presas

Marina Dayrell, O Estado de S.Paulo

17 Janeiro 2019 | 08h22

Uma operação da Polícia Civil do Rio de Janeiro planeja cumprir nesta quinta-feira, 17, 19 mandados de prisão e 18 de busca e apreensão para desarticular uma organização criminosa que atua no tráfico interestadual de drogas e armas. A operação “Bad Family” tem alvos nos Estados do Rio de Janeiro, Espírito Santo e Mato Grosso do Sul.

De acordo com a Polícia Civil, até agora 10 pessoas foram presas e drogas apreendidas. O delegado titular do 25º DP do Rio de Janeiro, Fabio Asty, afirmou em nota que as investigações tiveram início há cerca de um ano e que apontaram que a organização criminosa, formada por familiares, atua no tráfico atacadista de drogas, armas e munições entre Estados.

Segundo o delegado, os produtos abastecem as principais comunidades da região metropolitana do Rio de Janeiro, como o Complexo do Alemão, da Maré, do Lins e Jacaré, além dos municípios de Cabo Frio e Nova Friburgo,  no interior do Estado, e em Cachoeiro de Itapemirim, no Espírito Santo.

Asty também afirmou que uma família do agronegócio em Paranhos, no Mato Grosso do Sul – cidade que faz fronteira com o Paraguai - usava a propriedade rural como entreposto para recebimento e distribuição de maconha e cocaína. Nove membros da família foram indicados e tiveram o bloqueio de suas contas bancárias.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.