Operação-padrão provoca filas no aeroporto Tom Jobim

Passageiros que embarcaram nesta terça-feira no Aeroporto Internacional Tom Jobim foram surpreendidos com a retomada da operação-padrão da Polícia Federal. Filas tomaram conta do saguão. Os agentes federais revistaram todas as bagagens de mão, malas e checaram a ficha criminal dos passageiros que chegavam ou saíam do Rio. Os agentes federais, papiloscopistas e escrivães pedem o cumprimento da Lei 9.266, que estabelece que os cargos da Polícia Federal devem ser preenchidos por profissionais com nível superior. Essas carreiras ainda recebem piso salarial equivalente a nível médio. A categoria havia paralisado o movimento na semana passada. "O governo não apresentou proposta, não nos chamou para conversa. Isso demonstra o total descaso do governo com Segurança Pública", afirmou o diretor de Comunicação do sindicato agentes federais, Fábio Domingos.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.