Informação para você ler, ouvir, assistir, dialogar e compartilhar!
Tenha acesso ilimitado
por R$0,30/dia!
(no plano anual de R$ 99,90)
R$ 0,30/DIA ASSINAR
No plano anual de R$ 99,90

Operação policial contra milícias prende 40 no Rio

Foram mobilizados 420 policiais para prender 66 acusados, dos quais 29 são membros da polícia

09 de junho de 2009 | 11h00

A Polícia Civil do Rio de Janeiro, sob supervisão da Secretaria de Segurança e com apoio da Polícia Militar, realiza na manhã desta terça-feira, 9, na zona oeste da cidade, a maior operação já realizada contra milícias que atuam no Estado. Até as 12 horas, 40 pessoas foram presas na Operação Têmis, entre elas 16 policiais militares e 3 policiais civis.

 

De acordo com a polícia, foram expedidos 66 mandados de prisão preventiva - 27 civis, 24 policiais militares, cinco policiais civis, um bombeiro e um agente penitenciário -, além de diversos mandados de busca e apreensão de provas.

 

Batizada de Têmis, deusa grega guardiã dos juramentos dos homens e da lei, a mobilização envolve 250 policiais civis e 190 homens da Polícia Militar. Os presos serão encaminhados para a Delegacia de Homicídios Oeste em Campo Grande e os policiais militares para o Batalhão Especial Prisional.

 

Desde 2006 já foram detidas 186 pessoas em decorrência do combate às milícias no Rio de Janeiro, sem considerar as prisões desta terça-feira, segundo a polícia.

 

Texto atualizado às 13 horas

Tudo o que sabemos sobre:
RioOperação Têmismilícias

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.