Reprodução
Reprodução

Com tiros e helicóptero, ação policial interrompe live de grupo de pagode Aglomerou

Fortemente armados, os policiais entraram correndo pelo espaço, enquanto  um helicóptero sobrevoava o local

Denise Luna, Rio

26 de julho de 2020 | 21h05

RIO - Uma live do grupo de pagode Aglomerou foi interrompida neste domingo, em Angra dos Reis, na costa verde do Rio de Janeiro, por uma operação policial que invadiu o espaço da gravação em um quintal que dava acesso a outra casa, alvo dos policiais.

Fortemente armados, os policiais entraram correndo pelo espaço, enquanto  um helicóptero sobrevoava o local. A  intervenção ocorreu durante uma das músicas do show, obrigando os artistas a deixarem os instrumentos às pressas e muito assustados para se protegerem dos tiros.

Em vídeo postado pelo grupo nas redes sociais, os artistas tranquilizaram os fãs, explicando que a operação policial nada tinha a ver com a live e que todos estavam bem. Na postagem, os músicos disseram que a operação era em uma casa ao lado, e que devido à ocorrência o evento seria suspenso "por falta de clima", mas que seria remarcado para outro dia. 

 

 

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.