Operação prende 18 integrantes do PCC em Limeira

Uma operação policial denominada "Alçapão", desencadeada na madrugada de quinta-feira, 14, em Limeira, interior de São Paulo, prendeu 18 integrantes do Primeiro Comando da Capital (PPC), em quatro cidades. Participaram 104 policiais civis de sete municípios da área de atuação da Delegacia Seccional de Limeira que se dividiram em 11 equipes para cumprir 32 mandados de prisão temporária da Justiça de Limeira e Conchal. Além dos 18, outros cinco integrantes da organização criminosa já estavam detidos à espera dos mandados somando 23 presos.De acordo com o delegado seccional Aparecido Capello, todos os presos, de alguma forma participaram das três ondas de ataques do PCC na região. Um foi localizado em Limeira, sete em Conchal, nove em Araras e um em Paulínia. Foram levados para a cadeia de Araras. Uma única mulher detida está em Limeira. "Com essas prisões já chegamos a 80% de todos os suspeitos de participar dos ataques na região", afirmou o delegado.Os presos são considerados "soldados", aqueles que cumprem as ordens. Um gerente, que repassa as determinações, tem mandado mas não foi encontrado. Na operação também foram feitos cinco flagrantes. Três por tráfico de drogas, um por posse e um por porte ilegal de arma.Segundo o delegado, os mandados de quarta-feira referem-se principalmente aos 24 ataques registrados em julho deste ano na cidade de Araras. Das ações de maio foram identificados 15 suspeitos e presos nove, em Limeira. Em Pirassununga, oito dos 18 mandados já foram cumpridos.Matéria atualizada às 16h46

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.