Operação prende 37 acusados de roubo de carro no PR

Em trabalho conjunto entre a polícia paranaense e o Ministério Público 37 pessoas, entre elas quatro policiais civis e um policial militar, foram presas hoje em 14 municípios das regiões oeste e noroeste do Paraná. Elas são acusadas, entre outros crimes, de roubo de residências, tráfico de drogas, contrabando de armas, formação de quadrilhas e, principalmente, roubo de carros. Ainda faltam dez mandados para serem cumpridos. A Operação Desmonte é fruto de oito meses de investigação e reuniu ontem aproximadamente 150 policiais, a maioria emGuaíra, na divisa com o Paraguai, para onde os carros roubados normalmente são levados."Temos um índice negativo de roubo e furto de carros e a determinação da secretaria é para acabar com isso", disse osecretário da Segurança Pública, Luiz Fernando Delazari. Apesar de a operação contar com o apoio de um barco no Rio Paraná, sete dos procurados conseguiram fugir para o Paraguai. Entre os presos está o superintendente da delegacia de Polícia de Guaíra, Augusto Lino. Das 20 armas apreendidas na operação, cinco estavam em sua residência, onde também foram encontrados alguns documentos e placas de carro. As investigações mostrarão se eram adulterados. Na operação também foram apreendidos 41 quilos de maconha em cumprimento a 54 mandados de busca e apreensão. Outras duas pessoas acabaram sendo presas em flagrante por estarem em atividadessuspeitas junto com os acusados que tinham mandado de prisão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.