Operação Verão reduz criminalidade no litoral norte paulista

A Operação Verão, que levou um reforço de quase 500 policiais às quatro cidades do litoral norte de SP, vai ser prorrogada até o dia 12 de fevereiro. Inicialmente, o reforço na segurança dos turistas que estão em Caraguatatuba, Ubatuba, Ilhabela e São Sebastião seria realizado até o final de janeiro."As aulas nas escolas públicas de São Paulo retornam no dia 13 de fevereiro e por este motivo, a operação foi estendida", contou o comandante da Polícia Militar do Vale do Paraíba, coronel Sérgio Teixeira Alves. Segundo as prefeituras dos municípios, esta foi uma das férias mais cheias de turistas dos últimos dez anos.Nas primeiras três semanas da Operação Verão iniciada em 27 de dezembro, houve queda na criminalidade, em comparação ao mesmo período passado. Segundo dados estatísticos da polícia militar, na primeira quinzena de janeiro os furtos caíram 50%. Foram 66 contra 99 em 2005. Os roubos caíram de 90 para 87 e os de veículos de 4 para 2. Os atropelamentos também tiveram redução de quase 100% e de 18 ficaram em 9 nas primeiras três semanas da operação.Para o comandante, esta temporada "foi uma das mais tranqüilas dos últimos dez anos". O crime considerado mais grave até agora foi o latrocínio de um turista aposentado, em Caraguatatuba. Enquanto a maioria dos crimes teve queda, os homicídios, porém, dobraram e de 4 saltaram para 8. "Segundo investigações, foram cinco por tráfico, dois passionais e um por briga entre comerciantes", detalhou o comandante.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.