Operadora Claro entrega à PF registro telefônico de pessoas envolvidas com o dossiê

A Operadora Claro informou, em nota oficial, que entregou nesta sexta-feira à Polícia Federal todas as informações referentes às quebras de sigilos de pessoas envolvidas no caso da compra de dossiês, atendendo a uma decisão Judicial repassada à empresa na última sexta-feira, dia 29 de setembro. A operadora afirma que "apenas quatro dias depois, os primeiros dados foram fornecidos e hoje as informações complementares foram entregues por um representante da operadora". A PF informou, na quinta-feira, que a demora na entrega de dados pela operadora estava atrasando as investigações. A nota diz ainda que "mais uma vez, a Claro se colocou à disposição das autoridades para qualquer esclarecimento adicional que se faça necessário sobre o caso."

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.