Operários de empresa ferroviária se ferem em explosão em Cruzeiro

Dois operários ficaram feridos em uma explosão provocada por uma reação química na empresa do setor ferroviário Amsted Maxion, em Cruzeiro, Vale do Paraíba. O acidente aconteceu por volta das 13 horas desta sexta-feira, 1º, na linha de produção de rodas para trens.A explosão, considerada de médio porte pelo Corpo de Bombeiros, atingiu a estrutura de um galpão e do lado de fora era possível ver as placas destruídas. O telhado do galpão ficou parcialmente destruído e alguns maquinários foram queimados. O Corpo de Bombeiros isolou o local e a produção de rodas foi paralisada. De acordo com a empresa os outros setores da empresa funcionaram normalmente.Os funcionários foram socorridos à Santa Casa do município. Luis Claudio de Moura Souza, de 37, está com o quadro de saúde estável, mas continua internado. Já o funcionário Ronaldo Gomes de Lima, de 46 anos, foi levado para Unidade de Terapia Intensiva (UTI), onde deverá ficar por mais 24 horas, para observações do sistema pulmonar e alérgico, já que inalou pó de ferro. As causas do acidente estão sendo apuradas.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.