Oposição ocupa sessão do Senado para atacar Lula

A sessão do plenário do Senado desta quarta-feira está sendo dominada por críticas dos senadores de oposição ao presidente Luiz Inácio Lula da Silva.O senador Cesar Borges (PFL-BA)disse que o programa de propaganda eleitoral de Lula veiculado na terça-feira foi um "verdadeiro mar de mentiras". No programa, Lula listou uma série de obras como suas realizações mas, segundo Cesar Borges, ou não aconteceram ou foram feitas em outras administrações. Os senadores citaram, por exemplo, a refinaria de Pernambuco, mencionada por Lula como uma de suas realizações mas cujo ato de doação do terreno à Petrobrás pelo governo pernambucano será formalizado apenas nesta quarta-feira.O senador José Jorge (PFL-PE), vice na chapa do tucano Geraldo Alckmin à Presidência, disse que Lula mostrou no programa fotos como sendo da refinaria Alberto Pasqualini como sendo uma de suas obras. Segundo ele, a refinaria já existe. "Eu conheço esta refinaria desde menino e já tenho 60 anos".Os senadores baianos reclamaram que Lula usou fotos do metrô que não estão funcionando. No caso de Salvador, César Borges (PFL-PE) disse que o metrô é conhecido como calça curta porque só tem seis quilômetros e meio. "Tudo isso é propaganda enganosa, disseram os senadores do PFL", afirmou Borges. A defesa do governo veio por parte do senador Sibá Machado (PT-AC), que está sozinho em plenário entre oito oposicionistas.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.