Felipe Tau/AE
Felipe Tau/AE

AO VIVO

Acompanhe notícias do coronavírus em tempo real

Orelhões terão internet Wi-Fi e GPS, anuncia Anatel

Agência afirma que, assim, conseguirá dar mais utilidade aos mais de 900 mil orelhões espalhados pelo Brasil

estadao.com.br,

09 de agosto de 2012 | 21h52

Orelhões não vão servir apenas para fazer chamadas. Agora, irão permitir navegar na internet, acessar a lista telefônica e terão GPS. A novidade foi divulgada pela Anatel à Veja. Segundo o órgão do governo, para acessar a web, o usuário terá uma senha e o valor será cobrado em cartão de crédito e até moedas.

 

A Anatel afirma que, assim, conseguirá dar mais utilidade aos mais de 900 mil orelhões espalhados pelo Brasil, que tiveram queda no uso após a popularização do celular. “Assim, será possível desafogar os telefones móveis, com acesso mais rápido e de qualidade”, afirma a conselheira da Anatel Emília Maria Silva Ribeiro Curi.

 

Os testes já começaram em São Paulo e no Rio de Janeiro. Outra prioridade é mudar a cara dos orelhões, tornando-os mais atraentes, seja por meio de obras de arte, como a Call Parade fez em São Paulo, ou com publicidade. A Anatel diz que tem pressa para levar o serviço a todo o País.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.