Os destaques do Estadão Noite nesta sexta-feira, 21

Edição exclusiva para tablets está disponível para download a partir de 20h

21 de março de 2014 | 20h09

O Estadão Noite desta sexta-feira, 21, traz cinco artigos exclusivos sobre os principais assuntos do dia: a série de ataques a UPPS no Rio; o escândalo envolvendo a compra da refinaria Pasadena, revelado esta semana pelo Estado; a prévia da inflação brasileira; a nova regra da Agência Nacional de Saúde (ANS) para operadoras, e o sorteio das quadras de final da Liga dos Campeões.

Marcelo Beraba, diretor da sucursal do 'Estado' no Rio, avalia as reuniões entre o governador do Rio, Sérgio Cabral, e o governo federal após o aumento da violência na capital fluminense. Qual é, realmente, a urgência em pedir agora a ajuda das forças federais para controlar a situação?

O diretor da sucursal do 'Estado' em Brasília Marcelo de Moraes analisa como o governo tenta se blindar politicamente contra a crise da Petrobrás. A oposição agora tem munição para enfraquecer a presidente em relação às eleições?

A advogada Renata Vilhena Silva, advogada especializada em direito a saúde, explica como pacientes e operadoras podem sair ganhando a partir da nova regra da Agência Nacional de Saúde (ANS), que obriga planos de saúde a informar sobre a qualidade dos prestadores de serviço, como médicos, hospitais e laboratórios.

Paulo Van Noije, pesquisador do Centro de Estudos de Conjuntura e Política Econômica da Unicamp e professor da Facamp, mostra o que pode pressionar ou arrefecer a inflação no Brasil nos próximos meses.

O jornalista Luís Monaco antecipa o clima na Liga dos Campeões a partir do sorteio das quartas de final.

O leitor pode baixar a edição, exclusiva para tablets, a partir das 20h. Assinantes podem baixar gratuitamente a edição, disponível para Ipad e para aparelhos com sistema operacional Android.

Tudo o que sabemos sobre:
Estadão Noiteipad

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.