Osesp inicia escolha de maestro e diretor; Tortelier foi ovacionado na estreia

A Fundação Orquestra Sinfônica do Estado de São Paulo (Osesp) anunciou na tarde de ontem a formação do comitê responsável pela escolha do novo diretor artístico do grupo, cargo deixado vago pelo maestro John Neschling, demitido no início do ano. Segundo o presidente do Conselho de Administração da fundação, o ex-presidente Fernando Henrique Cardoso, o comitê será formado por dois membros do conselho (Persio Arida e Luiz Schwarcz), dois músicos (Darrin Coleman Milling e outro a ser definido), dois especialistas internacionais (o americano Henry Fogel e o inglês Timothy Walker) e pelo diretor executivo da Osesp, Marcelo Lopes. Não há, no entanto, data para o comitê anunciar suas escolhas."Os procedimentos que devem pautar a procura do novo diretor artístico ainda serão definidos", disse Fernando Henrique. "Maestros serão considerados a partir de agora e todos os convidados para reger a orquestra estarão sendo avaliados", completou. O contrato de John Neschling, que acumulava as funções de diretor artístico e regente titular, terminaria no fim de 2010. Até lá, o maestro francês Yan Pascal Tortelier será o regente titular interino. A direção artística ficará a cargo dos especialistas estrangeiros e de Marcelo Lopes. Também presentes, tanto Fogel quanto Walker desmentiram que o ideal seria ter dois profissionais e não apenas um como diretor e maestro. "Não há um modelo ideal", disse Walker. O vice-presidente do conselho, o banqueiro Pedro Moreira Salles, foi mais categórico. "Nossa função é promover a institucionalização da orquestra, o que significa que uma só pessoa não pode ter todo o poder. Seria um erro." O ex-presidente concorda. "Nada de fulanizar a orquestra." Yan Pascoal Tortelier foi ovacionado ontem em sua estreia na Osesp. Após sua interpretação das Variações Enigma, de Edward Elgar, ele recebeu aplausos de pé da plateia da Sala São Paulo. O governador José Serra, desafeto de Neschling, não compareceu.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.