Ousadia faz assaltante ser preso após seqüestro em SP

O assaltante Anderson Roberto da Silva, de 27 anos, foi preso na noite de terça-feira, quando executava um seqüestro-relâmpago em São Paulo. Ao ser detido, o criminoso voltava de um caixa eletrônico, estava armado com uma pistola calibre 7.65, e trazia consigo R$ 300, um cartão bancário e relógio da vítima. Segundo policiais militares do 16º Batalhão, Silva ordenou que seu refém, o bancário João Pedro da Silva, de 49 anos, o esperasse no carro enquanto ia à agência sacar o dinheiro. Nesse meio tempo, os PMs, qua haviam sido acionados por testemunhas, chegaram ao local onde o veículo da vítima estava estacionado e prenderam o seqüestrador em flagrante.O bancário havia sido abordado por volta das 20h30, na porta de sua casa, situada na região do Jardim Bonfiglioli. O bandido rendeu a vítima, que estava em um Peugeot 206, entrou no carro e obrigou-a a seguir até a rodovia Raposo Tavares, próximo a uma loja de materiais para construção. Ameaçando voltar até a casa da vítima caso esta fosse embora e acionasse a polícia, o bandido deixou o bancário estacionado em plena rodovia, e seguiu a pé até a agência bancária, em posse do cartão da vítima. Policiais militares localizaram o Peugeot parado na Raposo e verificaram que só havia uma pessoa nele. Ao abordarem João Pedro e tomarem ciência do que estava ocorrendo, foram atrás do bandido. Quando dominado pelos policiais, Silva já havia sacado R$ 300. O seqüestrador já possui passagem por roubo e agora foi indiciado por roubo qualificado consumado.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.